perder-meu-corpo-como-forma-de-expressao-e-morrer-um-pouco,-diz-bailarina-que-reaprende-a-andar

Perder meu corpo como forma de expressão é morrer um pouco, diz bailarina que reaprende a andar

perder-meu-corpo-como-forma-de-expressao-e-morrer-um-pouco,-diz-bailarina-que-reaprende-a-andar

A inércia já foi o maior medo da bailarina e coreógrafa Marina Abib, 34. “Amo a liberdade que a dança proporciona. Eu preciso apenas do meu corpo e nada mais”, disse em uma entrevista de 2018.
Leia mais (12/03/2022 – 07h00)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Mais lidas

Receba nossas notícias

Cadastrar email

Sem spam, apenas notificações sobre as últimas notícias e artigos.

Ver mais notícias sobre:

Continue lendo

Posts relacionados